CategoriasSegurança

Juntos pela Segurança: governadora Raquel Lyra anuncia nomeação de 240 novos policiais penais

O sistema penitenciário de Pernambuco vai ganhar reforço com a nomeação de 240 novos policiais penais. A governadora Raquel Lyra anunciou que os novos servidores integrarão o quadro do Estado para fortalecer a segurança nas unidades prisionais. A publicação dos nomeados foi divulgada no Diário Oficial do Estado deste sábado (29). Em um trabalho de priorizar a segurança pública, através do programa Juntos pela Segurança, a atual gestão estadual já havia nomeado 421 policiais penais. Com os convocados hoje, são 661 novos profissionais na área.

CategoriasSegurança

Bahia, Pernambuco e Ceará: o top 3 da criminalidade do Brasil

Por Veja

A segurança pública é uma grande preocupação da população brasileira. Pesquisas mostram que a criminalidade e o tráfico de drogas são vistos como os principais problemas do país, apesar de alguns indicadores terem melhorado, a situação continua grave, especialmente na região Nordeste, onde quase metade dos assassinatos do país ocorreram nos primeiros meses de 2024.

A piora dos indicadores no Nordeste afetou a imagem política dos governadores de Bahia, Pernambuco e Ceará, que enfrentam desafios de segurança pública em seus estados, medidas emergenciais têm sido adotadas, como a troca de comando das forças de segurança e o lançamento de programas para redução da violência. No entanto, especialistas apontam que as soluções ainda são mais circunstanciais do que focadas em ações de longo prazo.

CategoriasSegurança

Juntos pela Segurança: em três semanas, Pernambuco reduz número de homicídios em 39,5%

O Estado de Pernambuco apresentou uma redução significativa de Mortes Violentas Intencionais (MVI) em três semanas consecutivas. Os dados foram detalhados pela governadora Raquel Lyra nesta segunda-feira (20), durante reunião de monitoramento do Juntos pela Segurança, que analisa semanalmente os números da segurança pública no Estado. De 13 a 19 de maio, o Estado registrou 52 MVI, o menor número de 2024. Na semana de 22 a 28 de abril, foram 86 MVI, seguidos de 74 MVI na semana de 29 de abril a 5 de maio, e de 68 MVI de 6 a 12 de maio. O resultado representa uma queda de 39,5% neste tipo de crime no período.

CategoriasSegurança

Mortes violentas reduzem 6,5% em 2021 no país, mas número ainda é elevado

O registro de mortes violentas intencionais, no ano passado, caiu 6,5% em todo o Brasil, apontou ontem (28) o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, documento divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. As mortes violentas intencionais consideram tanto os homicídios dolosos quanto os latrocínios, as mortes decorrentes de intervenções policiais e as lesões corporais seguidas de morte.

Em números absolutos, as notificações passaram de 50.448 mortes em 2020 para 47.503 no ano passado, patamar mais baixo desde 2011, quando elas atingiram 47.215. Desde então, o maior patamar registrado foi em 2017, com 64.078 mortes. Em 76% dos casos ocorridos no ano passado, as mortes intencionais foram provocadas por armas de fogo.

Todas as regiões do país apresentaram queda no indicador, com exceção da Região Norte, onde elas passaram de 5.758 notificações em 2020 para 6.291 no ano passado, com aumento no Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia e Roraima. Também foi registrado aumento absoluto em dois outros estados brasileiros: Bahia e Piauí.

Segundo o anuário, apesar da melhoria no indicador, o Brasil ainda convive com violência extrema, sendo responsável por um em cada cinco homicídios que ocorrem no mundo (20,4% do total). A maior parte das vítimas dessas mortes violentas e intencionais no país é negra (77,9%), do sexo masculino (91,3%) e jovem entre 12 e 29 anos (50% do total).

Cidades mais violentas

O anuário também fez um levantamento das 30 cidades mais violentas do país entre os anos de 2019 e 2021. De acordo com o balanço, 13 delas fazem parte da Amazônia Legal, onde a taxa de violência letal foi 38% superior à média nacional: no Brasil, essa taxa é de 22,3 mortes violentas intencionais a cada 100 mil habitantes, enquanto na Amazônia Legal figura em 30,9 mortes a cada 100 mil habitantes.

A cidade mais violenta do país no período foi São João do Jaguaribe (CE), seguida por Jacareacanga (PA), Aurelino Leal (BA), Santa Luzia D’Oeste (RO), São Felipe D’Oeste (RO) e Floresta do Araguaia (PA).

Fonte: Agência Brasil

CategoriasSegurança

Pernambuco tem menor índice de roubos nos últimos 9 anos

Pernambuco fechou o balanço dos cinco primeiros meses de 2022 com o menor índice de roubos dos últimos nove anos. Entre janeiro e maio deste ano, as delegacias da Polícia Civil (PC) registraram 21.156 boletins de ocorrência referentes a Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs). Na linha do tempo do ‘Pacto pela Vida’, só ficou acima das estatísticas de 2013, por uma diferença de 25 casos. Na comparação com 2021, ano de menor taxa de roubos por 100 mil habitantes de Pernambuco, 2022 apresentou queda de 3,1% no conjunto dos cinco meses – o que significou, em números absolutos, 682 delitos a menos.

O recuo dos roubos este ano se deu de maneira mais expressiva na Região Metropolitana (RMR), com -9%. De janeiro a maio de 2022, essa área notificou 6.555 CVPs, enquanto em 2021, nesse ínterim, foram 7.202. A Zona da Mata baixou 8% (de 1.843 para 1.695), e o Agreste ficou com -0,1% (de 3.994 para 3.990). No Sertão, houve oscilação de 0,56%, pois os municípios sertanejos tiveram 1.256 roubos nos últimos cinco meses, e em 2021 haviam sido sete casos a menos.

Especificamente em maio, a queda dos CVPs no Estado foi de 4,5%, saindo de 4.377 em 2021 para 4.178 em 2022, ou seja, menos 199 crimes de um ano para o outro. A Zona da Mata computou a maior redução no quinto mês do ano quando comparado a 2021, com -12,91% (de 364 para 317). Em seguida, vem a RMR, com -9,66% (de 1.418 para 1.281). O Sertão variou em 2,77% (de 253 para 260) e o Agreste, 4,44% (de 765 para 799).

CategoriasSegurança

Maioria dos brasileiros apoia a posse de armas

Um levantamento feito pelo instituto Orbis para o Diário do Poder mostra que a posse e porte de armas de fogo tem o apoio da maior parte dos brasileiros: 52,7% a favor e 47,3% contra. Entre aqueles favoráveis, 42% dos entrevistados apoiam apenas a possibilidade de armas nas próprias casas ou em seus estabelecimentos comerciais, enquanto que apenas 10,7% querem que os brasileiros possam andar armados em todos os lugares.

Entre os públicos masculinos e femininos há um grande diferença no apoio ao armamento. 58,7% das mulheres ouvidas são contra, enquanto 32,7% dos homens ouvidos pelo instituto não apoiam a posse ou porte de armas de fogo.  Quando analisado por região, no Sudeste é contra armas 52,7%, enquanto que no Nordeste é 50,9%. Nas demais regiões a maioria é a favor.

O instituto de pesquisa Orbis realizou 2.154 entrevistas por telefone entre os dias 3 e 4 de março deste ano, em todas as regiões do País.

CategoriasSegurança

PRF divulga balanço da Operação Carnaval em Pernambuco

Durante o período de Carnaval, entre os dias 25 de fevereiro a 2 de março, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou Operação Carnaval 2022 nas rodovias federais de Pernambuco. Nesse período, foram atendidos 50 acidentes, com 56 feridos e sete mortes. Na operação do ano passado, realizada de 12 a 17 de fevereiro, foram registradas 40 ocorrências, com 31 feridos e três mortes.

Do total de mortes, três foram por atropelamentos de pedestres. Uma das colisões mais graves ocorreu na madrugada de domingo (27), na BR 104, em Taquaritinga do Norte, no Agreste de Pernambuco. Dois homens morreram após a motocicleta em que eles estavam ter sido atingida por um carro, cujo motorista saiu do local antes da chegada da viatura. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Durante a operação, as blitzes de alcoolemia foram intensificadas, sendo realizados 3.188 testes de bafômetro, autuadas 77 pessoas, das quais 62 por recusa e 15 por constatação, e detidos dois condutores sob efeito de álcool.

O enfrentamento ao crime resultou em 31 pessoas detidas por roubo, receptação de veículos roubados, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e com mandados de prisão em aberto. Com o apoio de Grupos de Patrulhamento Tático da PRF e de outras forças de segurança pública, foram recuperados oito veículos roubados e apreendidas três armas de fogo.

Além disso, a fiscalização recolheu 314 veículos irregulares e 445 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs).

CategoriasSegurança

Delegado critica segurança pública de PE e sugere alternância na SDS

Israel Rubis, Delegado da Polícia Civil e vice-prefeito de Arcoverde, disse que a falta de modernização do Programa Pacto Pela Vida permite o aumento da violência em Pernambuco. Segundo ele, é importante melhorar a infraestrutura das forças de segurança no interior, realizar concurso público.

De acordo com publicação do Blog do Itamar, o delegado criticou o atual secretario da SDS, o chamando de “estrangeiro” e defendeu que Pernambuco tem “coronéis e delegados de polícia altamente capacitados e que podem executar essa função”.

Outra sugestão do delegado é a de que haja um mandato de dois anos no cargo de Secretário de Segurança Pública com uma alternância entre um comandante militar e um delegado da Polícia Civil.

Israel Rubis é pré-candidato a deputado federal pelo Progressista e fará dobradinha com o Delegado Erick Lessa.