CategoriasAbastecimento

Compesa informa parada no abastecimento em alguns bairros de Serra Talhada

Nota à Imprensa

A Compesa informa que foi necessário suspender, nesta quarta-feira (10), o abastecimento de água dos bairros Caixixola, Centro, AABB e Várzea, em Serra Talhada.

A paralisação foi necessária para execução de serviços de reparos de um vazamento no sistema adutor que atende ao município.

As intervenções estão em andamento e a previsão é que sejam finalizadas até às 18h de hoje (10). Após a conclusão, a distribuição de água será retomada para as localidades citadas, seguindo o calendário de abastecimento do município que pode ser encontrado no site www.compesa.com.br.

CategoriasAbastecimento

Compesa interrompe abastecimento para realizar conserto em Serra Talhada – PE

Nota à Imprensa

A Compesa informa que foi necessário suspender, nessa segunda-feira (08), o abastecimento de água dos bairros São Cristóvão, Cagep, Universitário, Nossa Senhora de Fátima, Alto da Conceição e Propac, em Serra Talhada.

A paralisação foi necessária para execução de serviços de reparos de um vazamento, em uma tubulação de 250 mm, do sistema adutor que atende ao município.

As intervenções estão em andamento e a previsão é que sejam finalizadas até às 20h de hoje (08). Após a conclusão, a distribuição de água será retomada para as localidades citadas.

CategoriasAbastecimento

Parada emergencial da Compesa impacta o abastecimento de alguns bairros de Serra Talhada

Conserto de vazamento no centro da cidade exigiu que a Compesa suspendesse o fornecimento de água em alguns bairros, confira a nota da companhia:

Nota à Imprensa

A Compesa informa que foi identificado, na manhã de hoje (19), um vazamento, no centro de Serra Talhada.

Para realizar os serviços de manutenção emergencial, foi necessário suspender o fornecimento de água dos bairros Centro, Várzea, Caxixola e AABB (parte baixa). A previsão é que os serviços de reparo sejam finalizados até às 18h de hoje. Após a conclusão, será retomado o abastecimento das áreas afetadas.

CategoriasAbastecimento

Reparo no sistema adutor do Pajeú suspende abastecimento em municípios da região

 

Nota à Imprensa

A Compesa informa que está trabalhando para a realização de um serviço emergencial em um dos conjuntos motobomba (Sistema de Bombeamento), que faz parte da Estação Elevatória 2, do Sistema Adutor do Pajeú, localizada no município de Floresta.

CategoriasAbastecimento

Reparo na Adutora do Oeste deixa sete cidades do Sertão sem água

A Compesa comunica que está realizando o conserto de vazamento em trecho da adutora de 400 mm no Sistema Adutor do Oeste entre municípios de Parnamirim e Bodocó, no sertão de pernambucano. Para a execução do serviço foi suspenso o abastecimento de água das cidades de Ouricuri, Ipubi, Trindade, Araripina, Bodocó, Exu e Granito.

CategoriasAbastecimento

Compesa suspende abastecimento em Serra Talhada para realizar serviços de manutenção

O abastecimento d’água foi suspenso em Serra Talhada nessa sexta-feira (10) para a realização de serviços de limpeza nos decantadores e substituição de algumas conexões, além de manutenção elétrica preventiva, na Estação de Tratamento de Água do município. A previsão era de finalização destes trabalhos no final da tarde e conseguinte retomada da distribuição de água para a cidade.

CategoriasAbastecimento

O engenheiro Romildo Bezerra Porto é o novo presidente da Compesa

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) anunciou o nome do seu novo presidente, que tomará posse na tarde desta quarta-feira (25). De perfil técnico, o engenheiro civil, bacharel em Ciências da Computação e pós-graduado em Direito Tributário, Romildo Bezerra Porto, assume o cargo. 

O novo presidente da Compesa já atuou na companhia como superintendente por duas vezes (de Planejamento e de Tecnologia da Informação) e na Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH, quando ocupou o cargo de Coordenador de Tecnologia da Informação.

Romildo também foi Gerente Geral Administrativo e Financeiro da Empresa de Urbanização do Recife – URB – Recife e Gerente de Sistemas Tributários na Empresa Municipal de Informática – Emprel. Ele assume no lugar de Manuela Marinho, que havia deixado a presidência em dezembro do ano passado. 

Do Litoral ao Sertão, o povo de Pernambuco sofre com a falta d’água e de acesso adequado a coleta e tratamento de esgoto, tornando estas as demandas mais urgentes a serem encaradas pelo governo de Raquel Lyra (PSDB). 

A Transposição do São Francisco ficou pronta, mas a água dos seus canais chega a um número menor do que a meta projetada, por falta das adutoras que transportariam a água da megaobra para as casas das pessoas. Essa inclusive será uma das pautas prioritárias que será levada por Raquel Lyra a reunião com o presidente Lula (PT), nesta quinta-feira (27). 

“A gente fez uma reunião preparatória com os governadores do Nordeste, onde levaremos três temas prioritários para cada Estado. Nós vamos tratar do acesso a água com a conclusão do programa de integração do São Francisco, a questão da mobilidade e o metrô do Recife,  e a Transnordestina. As outras pautas nós vamos trabalhar sim, como o governo federal também está trabalhando, de maneira regionalizada”, disse Raquel Lyra, após a primeira reunião com os 14 prefeitos da Região Metropolitana, realizada no Palácio do Campo das Princesas, nessa quarta-feira (24). 

A questão do abastecimento de água tem sido usada como uma das primeiras ações da governadora de Pernambuco. Ela tem reafirmado que pretende cumprir com os compromissos assumidos durante a campanha.

Na semana passada, Raquel visitou os moradores do Alto do Refúgio, em Nova Descoberta, na Zona Norde do Recife, onde assegurou que Compesa irá reforçar o fornecimento de água, contemplando 25 mil moradores da localidade. 

RECURSOS

Nessa segunda-feira (23), Raquel Lyra se reuniu com representantes do Banco Mundial (BIRD) para tratar da parceria com a instituição que visa ampliar o abastecimento de água e assegurar soluções de esgotamento sanitário em localidades rurais do Estado. 

O projeto, que já foi aprovado, prevê um montante na ordem de R$ 600 milhões, com contrapartida de 20% do Governo de Pernambuco, e pretende melhorar a condição de vida de quem vive na zona rural. No encontro, Raquel deixou claro o interesse do Executivo em firmar essa parceria. 

O secretário de Recursos Hídricos e Saneamento, Almir Cirilo, destacou o projeto inclui a escuta da população. “O objetivo é ampliar o sistema de abastecimento e esgotamento sanitário que chegue efetivamente na zona rural de diversos locais de Pernambuco. Algumas ações já foram iniciadas e serão expandidas com essa parceria com o BIRD”, explicou

CategoriasAbastecimento

Raquel Lyra busca investimentos para o abastecimento de água

A governadora Raquel Lyra se reuniu, na tarde desta segunda-feira (23), com representantes do Banco Mundial (BID) para reforçar o interesse do Governo de Pernambuco sobre a parceria com a instituição que visa ampliar o abastecimento de água e esgotamento sanitário em localidades rurais do Estado. O encontro aconteceu no Palácio do Campo das Princesas.

O projeto, que já foi aprovado, prevê um montante na ordem de R$ 600 milhões, com contrapartida de 20% do Governo de Pernambuco, e pretende melhorar a condição de vida de quem vive na zona rural. 

“O desenvolvimento de Pernambuco passa pelo acesso das pessoas à água e muitas vezes é na zona Rural onde enxergamos mais dificuldades.  Queremos melhorar microssistemas de abastecimento e garantir água, não só para beber, cozinhar e tomar banho, mas também para que os produtores rurais possam empreender”, frisou Raquel Lyra.

O secretário de Recursos Hídricos e Saneamento, Almir Cirilo destacou que o projeto também vai ouvir a população. “O objetivo é ampliar o sistema de abastecimento e esgotamento sanitário que chegue efetivamente na zona rural de diversos locais de Pernambuco. Algumas ações já foram iniciadas e serão expandidas com essa parceria com o BIRD”, explicou.

“O próximo passo será definir o detalhamento do projeto e identificar as áreas que receberão as ações desenvolvidas. A governadora também nos apresentou outras prioridades e outras questões de saneamento que podem contar no futuro com o apoio do Banco Mundial”, completou a especialista sênior de Saneamento do Banco Mundial, Juliana Garrido.

Também participaram da reunião os secretários Fabrício Marques (Planejamento, Gestão e Desenvolvimento Regional), Guilherme Cavalcanti (Desenvolvimento Econômico), além dos representantes do Banco Mundial, Luís Andrés (gerente de Infraestrutura e Água no Brasil), Tatiana Telles (consultora especialista em Operações), Amaury Xavier (especialista em Engenharia e Saneamento) e Cláudio Machado (especialista na área digital).

CategoriasAbastecimento

PE: Governo Federal repassa mais R$ 20,7 milhões para ampliar acesso à água

O Governo Federal vai repassar R$ 20,7 milhões para a continuidade das obras da Adutora do Agreste Pernambucano. A estrutura é complementar ao Eixo Leste do Projeto de Transposição do Rio São Francisco e vai beneficiar, na primeira etapa, cerca de 1,3 milhão pessoas em 23 cidades de Pernambuco.

O investimento do Governo Federal na primeira etapa da adutora é de mais de  R$ 1,24 bilhão. Desse total, quase R$ 290 milhões foram repassados desde 2019

A Adutora do Agreste Pernambucano vai beneficiar, nesta primeira etapa, os municípios de Águas Belas, Arcoverde, Alagoinha, Belo Jardim, Bezerros, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Cachoeirinha, Caruaru, Gravatá, Iati, Itatiba, Lajedo, Pedra, Pesqueira, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, São Bento do Una, São Caetano, Tacaimbó, Toritama, Tupanatinga e Venturosa. A primeira etapa, que conta com 74,3% de execução, terá 695 quilômetros de extensão.
 

Durante a cerimônia de anúncio dos recursos, o ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, reforçou as principais ações da Pasta para ampliar o acesso à água para a população. “A Adutora do Agreste é mais uma das obras que a gente está com um conjunto de obras paralelas que levam as águas mais longe. As Vertentes Litorâneas são uma, a Adutora do Agreste é outra. Elas, em conjunto, vão totalizar três mil quilômetros de canal e vão atender muito mais brasileiros e muito mais nordestinos ainda.”

A Adutora do Agreste Pernambucano tem como principal fonte o Ramal do Agreste, considerada a maior infraestrutura para entrega de água do Rio São Francisco para Pernambuco. 

O secretário nacional de Segurança Hídrica do MDR, Sérgio Costa, também destacou a importância da obra. “O Ministério do Desenvolvimento Regional tem a água como prioridade. Levar a água para o Nordeste brasileiro é uma prioridade nossa. Nós temos que levar desenvolvimento para o Nordeste, nós temos que levar saúde”. 

Para saber mais sobre as ações de segurança hídrica do Ministério do Desenvolvimento Regional, acesse mdr.gov.br

Fonte: Brasil 61